Atividades ao Ar Livre/Coimbra/Coimbra

Jardim da Quinta das Lágrimas

Venha conhecer o palco de um amor proibido entre um príncipe de Portugal, D. Pedro, e uma aia galega, D. Inês de Castro: o Jardim da Quinta das Lágrimas.

A Lenda de Pedro e Inês

Estávamos em pleno século XIV, quando D. Pedro, Príncipe Herdeiro do Trono Português, e D.ª Inês de Castro, aia castelhana da Princesa consorte D. Constança, cederam à paixão que os unia.

Desafiando as regras e os preceitos sociais da altura, os dois amantes encontravam-se secretamente nos jardins da Quinta das Lágrimas e que continuariam a frequentar após a viuvez de Pedro.

Esta relação, fortemente reprovada e condenada pelo povo e pela corte, teria um fim abrupto em 1355, quando por ordem do Rei D. Afonso IV, D. Inês é degolada.

Conta a lenda que no local onde Inês foi morta, brotou uma fonte cujas águas têm origem nas suas lágrimas e o sangue do seu corpo mancharia para sempre as pedras da fonte. Ainda hoje, na Fonte das Lágrimas vê-se uma estranha mancha de algas avermelhadas na rocha.

Louco de dor, e após ter assumido a coroa do Rei no de Portugal em 1357, Pedro ordenou a prisão e a morte dos assassinos de Inês, arrancando-lhes ele mesmo o coração.

Jurando que se havia casado secretamente com Inês de Castro, D. Pedro impôs o seu reconhecimento como rainha de Portugal, e mandou construir no Mosteiro Real de Alcobaça, dois magníficos túmulos, para que pudesse descansar para sempre ao lado da sua eterna amada.

O Jardim Confidente

Por todo o Jardim da Quinta das Lágrimas Caminhe são várias as marcas deste amor trágico que ainda hoje povoa o imaginário nacional.

Procure a Fonte dos Amores, envolvido pelos muros do Jardim Medieval. Conta a lenda, que era aqui que Inês encontrava os barquinho de madeiras com as mensagens de Pedro. E como desde há 650 anos, as águas da fonte dos Amores continuam a correr para alimentar este jardim.

A Fonte das Lágrimas é o símbolo do amor trágico de Pedro e Inês. Um olhar mais atento vai encontrar a estrofe d’Os Lusíadas pela qual Luís de Camões imortalizou esta história.

No Jardim Romântico, encontra espécies raras de árvores que impressionam pelo porte que atingiram e das quais se destacam um majestoso podocarpo, o único exemplar em Portugal.

Impressione-se pelas Sequóias Gigante de Wellington, plantadas para celebrar a estadia do Duque de Wellington na Quinta.

E por fim, aprecie ainda uma magnífica vista sobre a cidade de Coimbra. Inseridos na mata, em tempos idos, coutadas de caça da Família Real, os terraços da Quinta das Lágrimas oferece-lhe uma fantástica fotografia sobre a Cidade dos Estudantes.

Estória intemporal

Perca-se pelos caminhos de uma estória intemporal que desafiou preconceitos, superou a própria morte e  atravessou os séculos.

Uma narrativa de amor que 700 anos depois, guia-nos até este jardim, um local obrigatório para todos os românticos e apaixonados.

Explore a região

Pontos de Interesse

Onde ficar

Contactos Úteis

Encontre toda a emoção
do Centro de Portugal

Descubra tudo o que pode fazer, os locais incríveis que pode visitar e transforme a sua viagem numa experiência inesquecível.

Atividades ao Ar Livre

Jardim do Paço Episcopal

explorar
Atividades ao Ar Livre

Jardim Budha Eden

explorar