Mais do que uma tendência, o turismo religioso assumiu-se, nos últimos anos, como um dos principais motivos para viajar. Anualmente, mais de 600 milhões de viagens tinham como destino locais associados ao património religioso, com grande destaque para a Europa.



O Santuário de Fátima é expoente máximo nacional desta vertente turística, mas Portugal tem muitas outras razões para descobrir a religiosidade dos lugares, através da História e do Património, nomeadamente, o edificado. No atual contexto, marcado por “novas normalidades” o turismo espiritual e o turismo religioso ganham força e intensidade redobradas e afirmam-se como essenciais à busca do bem-estar, ao proporcionar momentos de introspeção e de libertação de stress.
A partir destas duas vertentes – Espiritual e Religioso –, este guia abre caminhos para quem procura tratar da alma ou espírito, para além do corpo.

Para facilitar a consulta, o “Guia Turismo Espiritual e Religioso” está dividido em três grandes eixos temáticos:

Rota dos Santuários Marianos, uma viagem que parte de Fátima à descoberta de templos, altares, festas e romarias inspirados pela devoção a Maria, Mãe de Deus; Caminhos de Santiago, que descreve as rotas portuguesas que vão dar à Catedral de Santiago de Compostela, onde se venera o Apóstolo São Tiago; e a Rota das Judiarias, que convida a conhecer a herança secular deixada pelas comunidades judaicas.

Complementam-se estas três abordagens temáticas, com sugestões de locais vocacionados para o desenvolvimento da espiritualidade associada ao bem-estar individual, em que a envolvente natural é fundamental, com oferta cultural, entre museus e visitas a espaços históricos, e ainda de alojamentos e restaurantes.

O Santuário de Fátima, um dos mais importantes locais de culto mundiais, situado na região Centro de Portugal, é o ponto de partida deste “Guia Turismo Espiritual e Religioso”, do Boa Cama Boa Mesa, uma parceria do Turismo do Centro de Portugal, com o Expresso.

Nota: Tendo em conta a atual situação de pandemia associada ao novo coronavírus (covid-19) e consequente evolução, os locais identificados neste guia podem ser objeto de alterações de funcionamento.