A natureza foi particularmente generosa com a região de Aveiro. No concelho de Estarreja, a Ria recortou a paisagem, os esteiros salgados impuseram-se terra adentro; ribeiras doces serpenteiam os campos agrícolas, há valas reminiscentes de antigos sistemas de rega e drenagem e os terrenos alagadiços guardam alguns dos mais belos tesouros da região.

“Com grandes campos de arroz, juncais, sapais e caniçais, Estarreja consegue ainda ser lar (e até maternidade) para inúmeras espécies e, por isso, destino de eleição para todos quantos se dediquem à sua observação. Uma delas, talvez a mais emblemática, é a garça-vermelha. É em Estarreja que vive aquela que é, provavelmente, a maior colónia de nidificação desta ave em Portugal”. 

Em perfeita comunhão com a natureza, a BioRia de Estarreja oferece-nos o privilégio de observar a icónica garça-vermelha e várias outras espécies de aves – e isso está em destaque na AVEIRO MAG.