A Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (TCP) reuniu-se ontem, dia 30 de junho, em Assembleia Geral (AG) ordinária. A reunião teve lugar no Centro Cultural e de Congressos de Aveiro, tendo os participantes aprovado todos os pontos da ordem de trabalhos, sem qualquer voto contra. A AG teve a particularidade de ter sido simultaneamente presencial e por vias digitais, com algumas dezenas de membros a participar à distância.

A reunião magna, cujos trabalhos foram dirigidos por Jorge Brandão, Vogal da Comissão Diretiva do Programa Operacional Regional do Centro, em substituição do presidente da AG da TCP, Luís Correia, começou com a aprovação da ata da AG anterior, a que se seguiu um período de informações, que teve como motivo a análise e discussão dos impactos da atual pandemia na atividade turística. Pedro Machado, presidente do TCP, destacou as principais medidas que a entidade tem desenvolvido para minorar a crise. O esforço feito na comunicação e promoção do território, assim como a defesa, desde o primeiro dia, de um apoio mais assertivo do Estado às microempresas do setor foram alguns dos aspetos realçados por Pedro Machado.

Em sequência, ainda no período antes da ordem do dia, Adriana Rodrigues, chefe do Núcleo de Comunicação, Imagem e Relações Públicas do TCP, apresentou um calendário com as iniciativas já desenvolvidas e a desenvolver em breve.

A ordem de trabalhos prosseguiu com a apreciação e deliberação do Relatório de Atividades 2019, apresentado por Sílvia Ribau, chefe do Núcleo de Estruturação, Planeamento e Promoção do TCP. Filomena Pinheiro, diretora do Departamento de Operações Turísticas do TCP, fez uma intervenção em que sublinhou o muito que foi conseguido pelo organismo no ano de 2019, com o apoio dos vários parceiros na região. Anisabel Santos, diretora do Departamento Administrativo e Financeiro do TCP, apresentou depois o Relatório de Gestão e Contas 2019 e deu a conhecer três solicitações de revisão orçamental.

Antes das votações, houve lugar a quatro intervenções de participantes. A finalizar, os presentes votaram todos os pontos da ordem de trabalhos, por unanimidade.