Festival de Arte Urbana deixa mais 11 obras de uma dúzia de artistas e coletivos na cidade e freguesias de Viseu. Evento cancelado em maio reergueu-se.

O festival, cancelado em maio por causa da covid-19, reergueu-se como “uma declaração contra a desistência, uma declaração contra o medo que paralisa a vida e a atividade cultural”, justifica Jorge Sobrado, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu.

AHENEAH (Ana Martins) juntou seus conhecimentos de designer aos ensinamentos das avós sobre bordados e apresentou uma obra fenomenal.

Ana Seixas, Bordalo II, Draw e Contra, Ergo Bandits, Jorge Charrua, Smile, Mosaik, Nuno Rodrigues, Paulo Medeiros deixaram obras incríveis, algumas a remeter para o confinamento, solidão e não só.

Notícia completa no JN.