Os Os quatro municípios, lugares de Património Mundial da Região Centro de Portugal, apresentaram hoje, 14 de agosto, um projeto de programação cultural em rede, que se estende até 2021.

Neste âmbito, a Universidade de CoimbraAlta e Sofia, Mosteiro da Batalha, Mosteiro de Alcobaça e Convento de Cristo (Tomar) vão ser os principais palcos da maioria das iniciativas do projeto, uma iniciativa que junta os quatro municípios, a Turismo do Centro e a Orquestra Clássica do Centro (OCC).

A iniciativa pretende promover a animação cultural na região através de espetáculos musicais com a participação de grupos locais, um festival, uma exposição ou concertos itinerantes, entre outros

O projeto procura aliar a cultura ao turismo, disse Paulo Batista, salientando que as iniciativas previstas estão também inseridas numa lógica de “aumentar a atratividade da região Centro”.

O presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, realçou que a cultura foi um dos setores “mais dramaticamente molestados” pela pandemia, sublinhando que esta é uma das formas de poder “estimular a atividade cultural e proteger os agentes culturais”.

Já a presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas, salientou que o projeto procura sempre ter uma “ligação aos artistas locais”.

O presidente da Turismo do Centro, Pedro Machado, destacou o facto de quase metade das viagens internacionais para Portugal serem motivadas pelo turismo cultural, considerando os lugares classificados como Património Mundial um “dos produtos ‘premium’” da região Centro.

Reveja todas as declarações e projeto neste artigo.