Em declarações à Antena 1, o presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado, sublinha que em tempos de pandemia não há tempo a perder.

É preciso atuar com apoios efetivos e urgentes, o setor atravessa uma situação de catástrofe, já que as empresas do setor turístico atravessam um grave período económico e muitas delas passam um enorme “sufoco”. Pedro Machado indica ainda que já 20% das empresas de alojamento estão já com atividades suspensas.

A hotelaria e restauração debatem-se com grandes dificuldades e por isso o apelo ao governo para regulamentar com urgência as medidas que foram anunciadas para as empresas.

Pedro Machado pede ao governo que acelere essa medidas de apoio.

Ouça as suas declarações à Antena 1, aqui.