Art(e)facts, a Bienal de Conhecimento que integra a área de Arquitetura e Território de Guarda 2027 –Região Candidata Capital Europeia da Cultura, convida artistas, arquitetos e designers a criarem projetos para serem produzidos em residências com artesãos do Fundão, Guarda e Manteigas.   Art(e)facts pretende motivar colaborações entre artistas e artesãos e constituir um património contemporâneo de obras artísticas, de carácter efémero e perene, que privilegiem a valorização do território e a reinterpretação dos saberes tradicionais.

Supernatural Togetherness é o tema da primeira edição da bienal e propõe alianças entre espécies e gerações para salvar o futuro. “Queremos convocar as gerações que guardam os saberes ancestrais e as gerações mais jovens, as que estão reféns de uma incerteza que não lhes permite imaginar o futuro – podem a arte e a arquitetura resgatar um legado em perigo e um futuro incerto para os reescrever de um ponto de vista pós-humano?”, interpela Andreia Garcia, curadora de Art(e)facts e programadora da área de Arquitetura e Território Guarda 2027.  

O programa da bienal estará em curso até setembro de 2021 e integra a realização de residências artísticas no Fundão, Guarda e Manteigas, uma exposição coletiva alargada a diferentes pontos do território e uma conferência internacional. 

O regulamento pode ser consultado em artefacts-guarda2027.pt. Até ao dia 1 de março podem ser pedidos esclarecimentos e o prazo de envio das candidaturas termina às 23h59 do dia 19 de março.