O presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, lamentou hoje que o país tenha um Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “de um Governo à defesa”, para “pura e simplesmente” gerir as verbas comunitárias pós-crise da covid-19.

Em declarações à agência Lusa, Pedro Machado afirma que “estamos perante um PRR de um Governo à defesa, quando devíamos ter um PRR de um Governo em contra-ataque”, considerando que será “pura e simplesmente para gerir o dinheiro que vem para fazer face à recuperação do aparelho do Estado nas suas mais diversas áreas”, como mobilidade, transição digital, serviços continuados e de saúde.

Para Pedro Machado, é “um plano que defende demasiado a estatização do programa, isto é, reforça em demasia o papel do Estado versus o que deveriam ser as dinâmicas da sociedade civil e da criação de riqueza e da captação de investimento”, criando uma elevada assimetria regional.

Todas as declarações do presidente da Entidade Regional de Turismo aqui.