Iniciativa mostra a riqueza arquitetónica e patrimonial de um edifício com mais de 250 anos.

O Seminário Maior de Coimbra revelou hoje a Visita Virtual 3D aos seus espaços, numa conferência de imprensa que decorreu no Salão de São Tomás, espaço nobre do Seminário.

A visita virtual é gratuita e está disponível neste link.

O Seminário Maior de Coimbra é um edifício com mais de 250 anos e com uma riqueza arquitetónica e patrimonial surpreendente. Os visitantes podem descobrir ao pormenor os vários espaços do edifício, incluindo alguns que não são acessíveis de forma presencial. Um conjunto de pequenos vídeos explicativos, nos principais destaques da visita, são uma mais-valia complementar. Por exemplo, pode ficar a conhecer-se o processo de restauro de alguns livros da Biblioteca Velha, alguns do século XVI, assim como da Igreja da Sagrada Família.

A visita virtual pode ser feita como se o visitante estivesse dentro do espaço, avançando pelos corredores e descobrindo as várias salas. Se preferir, pode optar por ir diretamente para uma sala específica.



Na conferência de imprensa, o Padre Nuno Santos, Reitor do Seminário Maior de Coimbra, destacou que a ideia deste projeto surgiu como resposta a uma pergunta. “Só podemos amar aquilo que conhecemos. Numa altura em que não pode haver visitas, como podemos manter o contacto com a comunidade e com quem quer conhecer o Seminário?”.

“Com esta iniciativa, queremos dar a conhecer este magnífico espaço do edifício do Seminário Maior de Coimbra e do Museu Nunes Pereira. Somos dos primeiros espaços religiosos a fazê-lo, o que constitui um estímulo. Queremos também chegar a mais pessoas, incentivando-as a que sintam vontade de nos visitar de forma presencial, assim que for possível”, explicou.

“Quisemos que a visita virtual fosse gratuita, uma vez que achamos que, em tempo de pandemia, os museus e a cultura devem ser acessíveis a todos. Graças ao apoio de empresas, através de mecenato, conseguimos que assim seja”, acrescentou.

Também presente na conferência de imprensa, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, realçou a importância da iniciativa para a “promoção e valorização do património do Centro de Portugal”. “Esta visita virtual a um espaço tão magnífico acrescenta valor para as pessoas que queremos atrair para a região. Portugal foi, durante demasiado tempo, um destino promovido pelo sol, praia e golfe, o que causou grandes problemas de sazonalidade e do afunilamento da oferta. Mas o país é muito mais rico e tem muito mais para oferecer, nomeadamente a nível do turismo cultural e religioso. O que apresentámos hoje é um exemplo do que queremos”, sublinhou.

“Além disso, esta oferta insere-se nas novas tendências do turismo internacional. As previsões são de que as visitas virtuais a espaços e monumentos venham a ter um grande crescimento. Com esta iniciativa, o Seminário Maior de Coimbra está na linha da frente dessa tendência. É um extraordinário contributo para a valorização do destino Centro de Portugal”, disse ainda.

Mandado construir pelo Bispo Conde D. Miguel da Anunciação, o projeto do Seminário Maior de Coimbra é da autoria do arquiteto italiano Giovani Tamossi. A primeira pedra foi lançada a 16 de julho de 1748 e dez anos depois recebia os primeiros alunos. Foi solenemente inaugurado a 28 de outubro de 1765.

Fique com algumas fotos da conferência de imprensa: