O Município da Covilhã realizará, de 14 de maio a 6 de junho, o Diafragma – Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais | Covilhã 2021.

Esta iniciativa visa contribuir para o enriquecimento e a diversificação da vida cultural da cidade, propondo uma visão alternativa de tudo o que nos rodeia, um lugar que seja de estímulo a diferentes «modos de ver» (J. Berger), lugar de intervenções e revelações.

A primeira edição do Diafragma terá como mote “Há só uma terra”, alertando, desta forma, para a séria ameaça do planeta Terra e, consequentemente, do nosso futuro e da nossa qualidade de vida. Mais do que invocar a necessidade da luta pela defesa do meio ambiente, contra as alterações climáticas, remete igualmente para a reflexão sobre tudo o que o homem deixa como marca sobre a Terra, apela para que olhe para si próprio enquanto ser terrestre que é, e pense em contribuir para um mundo melhor e mais digno, que proteja a vida em todas as suas formas e manifestações.

No final serão apresentados os trabalhos de vinte e dois artistas e de dois grupos de jovens, alunos da Escola Secundária Campos Melo e da Escola Secundária Quinta das Palmeiras, em exposições, dispersas por quatro espaços culturais do concelho: Tinturaria – Galeria de Exposições, Museu de Lanifícios/UBI e Biblioteca Municipal, na Covilhã, e Casa da Cultura José Marmelo e Silva, no Paul.