Guarda é o 1º Município a integrar FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, como Território de Montanha.

A Guarda é o primeiro município a nível nacional que vai integrar a FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, como “Território de Montanha”.

A iniciativa encontra-se agora em processo de certificação, através da atribuição do selo de garantia da organização, a alguns dos produtos endógenos da região. No seguimento desta ação, o Município da Guarda irá também promover no território o acolhimento em regime de voluntariado, de cientistas especializados no desenvolvimento de Territórios de Montanha.

Irá ainda contribuir como membro consultivo para a elaboração do Relatório Bienal do secretário-geral da ONU, António Guterres, a apresentar à Assembleia Geral dos Territórios de Montanha da FAO, a cuja organização a Guarda irá apresentar candidatura, simbolicamente no dia 11 de dezembro, data em que as Nações Unidas assinalam o Dia Mundial das Montanhas.

Desta forma, a Guarda vai liderar a nível regional, nacional e transfronteiriço, a emissão de pareceres aos fóruns nacionais e internacionais que vão ser entretanto dinamizados sobre os Territórios de Montanha.

De referir ainda que está em curso a criação da Rota Europeia das Cidades de Altitude, processo iniciado e conduzido pela Guarda, e que incluiu um Passaporte Turístico com todas as cidades europeias acima dos 1000 metros, critério efetivo na definição de Território de Altitude: Guarda, Ávila, Sória, Segóvia, Briançon (França), La Chaux-de-Fonds (Suiça).

Recorde-se que os Territórios de Montanha são os fiéis guardadores de tesouros naturais únicos. As montanhas são a reserva de 70 por cento da água doce do Planeta, e darão origem nos próximos 10 anos, a 60 por cento das energias renováveis. Estes territórios constituem ainda o último refúgio para 25 por cento da biodiversidade terrestre. São ainda fonte de riqueza económica, gerando perto de 20 por cento do turismo global.


Guarda: Território de Montanha!