As cidades estão voltadas para os rios e aí se fixaram os primeiros povoados.
Aí nasceram as primeiras civilizações e culturas. 
Aí cresceram aldeias até se transformarem em cidades. Foram construídos castelos, muralhas e fortificações onde, no seu interior, floresceram costumes, tradições, artes e saberes. 
Também aí, foi criado conhecimento e nasceram os primeiros Mosteiros, Conventos e Universidades. 

Olhamos para tudo isto, com sentimento de orgulho, e reconhecemos que alguns lugares, e muitas criações, são marcos da nossa história.

São muitos os rios que atravessam o Centro de Portugal, cruzando cidades, atravessando encostas e montanhas, percorrendo vales e planícies, serpenteando bosques e florestas até desaguarem no seu destino.

Recorrendo a algumas curiosidades, convidamo-lo a percorrer 10 Parques no Centro de Portugal

Junto ao Rio Tejo, a visita começa no Aquapolis – Parque Urbano e  Ribeirinho de Abrantes. Prossegue para Constância, local de confluência do Rio Zêzere com o Rio Tejo e visitamos o épico Jardim Luís de Camões. Seguimos para Vila Nova da Barquinha até ao Parque de Escultura Contemporânea Almourol.
Em Torres Novas, nas margens do Rio Almonda, encontramos  espaços de lazer e contemplação onde as atividades desportivas se cruzam com a cultura e com a história da cidade.
Em Tomar, nas margens do Rio Nabão, encontramos o Parque do Mouchão que oferece belíssimas vistas sobre alguns dos mais importantes pontos de referência da cidade de Tomar. 

Respeitando as regras de conduta em vigor, face ao atual contexto de pandemia, venha explorar 10 Parques à beira rio no Centro de Portugal!

1| Aquapolis – Parque Urbano e  Ribeirinho em Abrantes

O Parque Urbano e Ribeirinho de Abrantes está localizado junto às margens do Rio Tejo, em Abrantes, delimitado por duas pontes, este parque traduz-se num espaço de lazer que tem como cenário a água. 
Aqui, convidamo-lo a conhecer as zonas pedonais, espaços verdes, parque de merendas, espaços criados para a prática da atividade física e zonas de lazer projetadas para os mais novos. 
Com inúmeras valências desportivas para a prática da pesca, este parque integra pesqueiros em ambas as margens. Conta ainda, na margem norte, com uma estação de serviço para autocaravanas e na margem sul dispõe de uma praça coberta. 
Aqui convidamo-lo a conhecer os Mourões, restos dos pilares de uma antiga ponte de barcas, construída no período das invasões francesas.

2| Parque da Almuinha Grande, em Leiria

Situado na zona nova de Leiria, integrado no Circuito Polis, o Parque da Almuinha Grande  é o maior palco verde da cidade de Leiria e a sua qualidade foi reconhecida com a atribuição do prémio “Melhor Reabilitação Urbana”, na categoria Espaços Públicos.
Ao longo de 58 hectares, junto ao Rio Lis, este espaço contempla um anfiteatro ao ar livre, um parque  infantil, um lago e uma área verde orientada para desporto e lazer. Mais recentemente, o Parque da Almuinha Grande acolhe magníficas obras de arte da autoria de  escultores da região.

3| Jardim das Rosas, em Torres Novas

Em pleno Centro de Torres Novas, nas margens do Rio Almonda,  encontramos o Jardim Avenida e o Jardim das Rosas. Este rio, que nasce na Serra de Aire e percorre 30 km até desaguar no Rio Tejo, teve um papel decisivo no desenvolvimento do concelho de Torres Novas
Trata-se de um espaço de lazer e contemplação onde as atividades desportivas se cruzam com a cultura e com a história da cidade. 

4| Parque Verde de Alcobaça

O Parque Verde de Alcobaça resulta da requalificação das margens do Rio Alcoa. Localizado na zona sul da cidade, este local ocupa uma área de 60 mil metros e integra um anfiteatro destinado a espetáculos ao ar livre, zonas arborizadas e clareiras com prados verdejantes destinados à prática desportiva e a atividades lúdicas. Inclui ainda, dois campos polivalentes, um skate parque, uma galeria ripícola e um parque infantil com jogos de água.

5| Parque da Cidade António Teixeira, em Ourém

Situado ao longo da Ribeira de Seiça, em Ourém, o Parque da Cidade é uma estrutura ecológica com cerca de 800 espécies arbóreas numa área de cerca de 90 mil metros quadrados. Nele podemos encontrar Parque infantil, ringue de futebol, skate parque, percurso pedonal, ciclovia e circuito de manutenção equipado com máquinas.

Ainda neste concelho convidamo-lo a visitar o Parque Natureza do Agroal inserido na Rede Natura 2000 – rede ecológica criada com o objetivo de contribuir para assegurar e monitorizar a biodiversidade através da conservação dos habitats naturais, da fauna e da flora selvagens no território da União Europeia.

6| Parque Verde do Bonito, no Entroncamento

O Parque Verde do Bonito é a maior zona verde do concelho do Entroncamento e integra grande diversidade de recursos hídricos. Este espaço integra uma albufeira de água artificial, com uma pequena barragem, parque de merendas e parque permanente de escutismo. É o local ideal para passeios de pedestres e de bicicleta, bem como para piqueniques. Na albufeira, a pesca desportiva e a canoagem são os desportos mais procurados pelos visitantes.
Ainda neste concelho, convidamo-lo a descobrir o  Jardim Parque Dr. José Pereira Caldas, mais conhecido por Jardim da Aranha. 

7| Parque do Mouchão, em Tomar

O Parque do Mouchão, em Tomar, é um espaço verde, ajardinado, que liga as duas margens da cidade, divididas pelo rio Nabão, por pontes pedonais. Aqui, encontra um coreto e uma grande nora em madeira, evocativa das tradições de rega das margens do rio. 

O parque oferece magníficas vistas sobre alguns dos mais importantes pontos de referência da cidade. Por cima das árvores surge a torre da Igreja de São João Baptista, construída na zona conhecida como Praça da República. Vá até à ilha no meio do rio Nabão para vislumbrar o famoso Castelo dos Templários

8| Jardim Horto de Camões, em Constância

Com vista privilegiada sobre a confluência do Rio Zêzere com o Tejo, a Vila de Constância está situada numa pequena península. Conhecida por ter sido local de residência do Poeta Luís Vaz de Camões, foi aqui que o poeta escreveu alguns dos seus poemas aquando do seu desterro. Foi igualmente aqui, que foi construído um jardim evocativo em sua memória:  Jardim-Horto de Camões,

9| Parque de Escultura Contemporânea Almourol 

O Parque de Escultura Contemporânea Almourol, em Vila Nova da Barquinha, é um projeto da autoria dos Arquitetos Paisagistas Hipólito Bettencourt e Joana Sena Rego, que conquistou o Prémio Nacional de Arquitetura Paisagista,  na categoria “Espaços Exteriores de Uso Público”, em 2007.
Aqui, ao longo de sete hectares, junto ao Rio Tejo encontramos os nomes mais representativos da escultura contemporânea portuguesa dos últimos anos: Alberto Carneiro, Ângela Ferreira, Carlos Nogueira, Cristina Ataíde, Fernanda Fragateiro, Joana Vasconcelos, José Pedro Croft, Pedro Cabrita Reis, Rui Chafes, Xana e Zulmiro de Carvalho são os autores da esculturas que compõem o Parque de Escultura Contemporânea Almourol.
Neste espaço, com acesso à Internet via wireless, existe também uma galeria de exposições, loja, ateliers artísticos, biblioteca, alojamento temporário para criadores, equipamentos desportivos, espaços lúdicos para as crianças e percursos ribeirinhos, tudo enquadrado numa envolvente natural de rara beleza, a escassos metros do Rio Tejo.

10| Parque Ambiental do Buçaquinho, em Ovar

Situado entre Esmoriz e Cortegaça, no concelho de Ovar, o Parque Ambiental do Buçaquinho ocupa uma área de 26 hectares. Este Parque, exemplo de sustentabilidade no Centro de Portugal, foi distinguido com um prémio dos Green Project Awards, em 2016, na categoria de «Cidades Sustentáveis». De grande interesse botânico, este espaço inclui um Centro Ambiental, jardim de ervas aromáticas, seis lagoas, parque infantil e inúmeras valências desportivas. 

Passeie por estes e outros parques e jardins do Centro de Portugal:

/// JARDINS HISTÓRICOS NO CENTRO DE PORTUGAL
/// A PRIMAVERA NO CENTRO DE PORTUGAL
/// PASSEIOS AO NATURAL: PARQUES E JARDINS DO CENTRO DE PORTUGAL

Mantenha o Espírito.
O Centro de Portugal continua aqui, à sua espera!

(Artigo em permanente atualização. Agradecemos todos os contributos ou sugestões para: comunicacao@turismodocentro.pt)