Arquitetura Contemporânea

Portugal está repleto de uma extraordinária variedade de estilos arquitetónicos. Desde o Gótico, passando pelo Manuelino e o Neoclássico, foram vários os mestres que moldaram a paisagem urbana das cidades e vilas mais bonitas de Portugal.

Em meados do século XX, o movimento arquitetónico em Portugal passou a inspirar-se na modernidade, adaptando e reabilitando espaços históricos dando-lhes novas funções, condições e traços criativos. Fique a conhecer a Arquitetura do Centro de Portugal.

Venha descobrir o seu centro nas paisagens urbanas do Centro de Portugal.

A Fusão da História e da Modernidade

Nas animadas cidades do Centro de Portugal, o Antigo e o Moderno cruzam-se numa fusão única de um património cultural histórico e uma tendência arquitetónica moderna e futurística.

Em Castelo Branco, os grandes mestres da arquitetura contemporânea imprimiram a sua capacidade criativa nos mais variados espaços e edifícios da cidade.

O requalificado Cine-Teatro Avenida mantém a sua fachada original dos anos 50, mas alberga salas de espetáculos modernas com uma maior capacidade de lotação.

Já o Centro Cívico veio transformar o coração da cidade com uma devesa coberta e um parque de estacionamento subterrâneo, introduzindo assim um novo espaço de lazer na cidade.

Passando do interior para a costa, a Universidade de Aveiro e o Lago da Fonte Nova são exemplos vivos de como os tempos modernos foram uma fonte de inspiração para os grandes arquitetos do nosso tempo.

Mais a Sul, em Coimbra, o património cultural, histórico e artístico da cidade insere-se nos mais modernos edifícios de Portugal.

O Centro de Artes Visuais, inaugurado em 2003, é o destino de eleição para as mais interessantes exposições das artes da imagem, enquanto o espaço moderno do Teatro da Cerca de São Bernardo reúne todas as condições para uma excelente programação.

Para viver a arquitetura contemporânea da cidade, passe uma tarde serena no Parque Verde do Mondego ou aproveite um passeio à beira rio e atravesse a Ponte Pedonal Pedro e Inês ou a Ponte Rainha Santa Isabel.

Descubra ainda o fascinante “cubo de vidro” onde se insere o Núcleo de Arte Contemporânea (Marinha Grande), o incrível Centro de Artes e Espetáculos da Figueira, ou a nova Ponte Pedonal El-Rei D. Dinis (Leiria).

O Centro de Portugal está repleto de excelentes exemplos de uma arquitetura contemporânea viva que contrapõe conceitos conservadores de tradições com uma vontade de inovação que permite viver, em pleno, a modernidade.

Venha vivê-la connosco e sinta a arquitetura ganhar vida pelas ruas das cidades do Centro de Portugal.