As histórias e lendas mágicas das Grutas da Moeda

De origem calcária, as Grutas da Moeda situam-se na região centro do país, a apenas dois quilómetros de Fátima e a aproximadamente 12 quilómetros das Grutas de Mira d’Aire e são o cenário de uma das inúmeras lendas do Centro de Portugal.

Foram descobertas ao acaso, mas não é por mero acaso que merecem a sua visita. A magia deste “intramundo” é tão grande quanto as histórias que o rodeiam. A lenda da moeda conta que dois malfeitores estavam a preparar um assalto a um homem abastado que se deslocava pelo mato com um saco de moedas. Para conseguirem tirar-lhe o dinheiro, acabaram por matá-lo e atiraram o corpo para um precipício – a entrada da gruta. Tanto o homem como o saco caíram ao poço, e as moedas perderam-se para sempre.

Ainda hoje estarão naquelas que ficaram então conhecidas como as Grutas da Moeda, talvez no fundo do lago ou camufladas entre as dezenas de estalactites e estalagmites que cobrem as galerias.

A zona que podemos visitar actualmente foi descoberta em 1971 por dois caçadores que perseguiam uma raposa. É um percurso de 350 metros a uma profundidade de 45 metros, com uma temperatura constante durante todo o ano que ronda os 18ºC. Começaram por descobrir uma sala (a chamada e intitulada hoje a “Sala do Pastor”), mas depressa se revelaram muitas outras salas, galerias e passagens, que hoje têm nomes curiosos como a Sala do Presépio, a da Cúpula Vermelha, a da Capela Imperfeita ou ainda a da Abóbada Vermelha. Todas elas são marcadas pela mistura de calcite com materiais argilosos, o que lhes confere uma cor avermelhada.

Porém, as zonas mais bonitas das Grutas da Moeda serão as que estão banhadas pelas águas subterrâneas límpidas e cristalinas, nomeadamente o Lago da Felicidade, o Algar d’Água, a Cascata, a Marítima e a Fonte das Lágrimas.

Uma nova lenda reza que a sorte premiará todos os que deitem a sua moeda as estes lagos – porque não tentar?

Além de visitar as Grutas da Moeda, pode aproveitar para ir e visitar o Centro de Interpretação Científico-Ambiental, no qual poderá observar e ficar a conhecer mais sobre uma grande variedade de fósseis e minerais e perceber como estes se terão formado nas muitas grutas do centro de Portugal.