Património/Leiria.Fátima.Tomar/Alcanena

Castelos do Centro de Portugal: outrora para vigiar, hoje para contemplar

Quando se visita uma localidade com castelo, sabe-se que a mesma foi alvo de proteção, serviu de fronteira ou posto de vigia; sofreu o risco de ser invadida por algo a distinguir das outras e, subindo até ao seu castelo, reconhece-se que a vista é deslumbrante e convida à contemplação.

O Centro de Portugal tem castelos de todos os géneros, uns em ruínas, outros com museus, todos estrategicamente situados, a chamar pela sua visita. De norte para sul, encante-se com estes.

Castelos da Serra da Estrela

Ao escolher conhecer os castelos da Serra da Estrela, entra também por Aldeias Históricas que incluem Almeida, Belmonte, Castelo Rodrigo, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Mêda, o Sabugal, Sortelha, Trancoso, entre outras. A grande maioria dos castelos estão classificados como Monumento Nacional e têm origem entre os séculos XI e XIII.

Admire, hoje em tranquilidade, a região de rara beleza natural que é a Serra da Estrela, em qualquer estação do ano.

Castelos e Muralhas do Mondego

Existe uma Rede de Castelos e Muralhas do Mondego que visa dar a conhecer o vasto património medieval dos concelhos de Coimbra (Torre de Almedina), Figueira da Foz (Torre e Forte de Buarcos), Lousã, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Penela, Pombal e Soure (castelo este erguido numa zona plana, o que raramente acontece). As suas estruturas de fortificação foram fronteiras peninsulares e religiosas.

Este vasto e irregular território agora pacificado, contribui para agradáveis passeios através da História de defesa do país.

Castelo de Leiria, de castro a imponente referência histórica

O castelo de Leiria, altivo e amuralhado, este castelo começou por ser um castro e evoluiu pelas mãos de cinco reis portugueses. D. Afonso Henriques que mandou construir a capela, D. Sancho I que reforçou as muralhas, D. Dinis ou D. João I que contribuíram para a Torre de Menagem, os Paços Reais e a reconstrução da Igreja, D. Manuel que constrói uma sacristia na Igreja.

É hoje uma agradável zona de lazer para quem visita esta ainda jovem cidade.

Castelo de Ourém, dos mais belos de Portugal

Fundado no século XII por D. Afonso Henriques e comissionado pelo Conde de Ourém, neto do Santo Condestável (D. Nuno Álvares Pereira), este castelo medieval do distrito de Santarém era muito coeso e resistente aos ataques inimigos. Composto por duas torres pentagonais que lhe conferem um aspeto invulgar com traços de inspiração veneziana nos apontamentos em tijolo encarnado, a fonte de estilo gótico, o terreiro de Santiago e a estátua central compõem este Monumento Nacional desde 1910.

Está situado sobre a vila medieval e a ribeira de Seiça e é um dos mais bonitos castelos do país.

Castelo de Abrantes, de romântico a gótico, sempre com vista para o Tejo

Situado no Ribatejo, numa colina com vista desafogada sobre o rio Tejo, este castelo medieval integrou a linha defensiva do Tejo no período em que os Templários participavam ativamente nessa defesa. Foi mandado construir pelo primeiro rei português, no século XII, sofreu melhorias, tornou-se numa praça-forte com baluartes para reforçar as muralhas medievais originais, foi invadido por Napoleão, e mais tarde chegou a funcionar como presídio militar.

É um Imóvel de Interesse Público desde 1957, tem um museu histórico na Igreja de Santa Maria do Castelo, está envolvido por um jardim público e constitui um bonito miradouro sobre a cidade.

Entre no Centro, viaje até ao tempo dos reis e dos castelos e sinta-se parte de uma história que é a de todos nós!

Explore a região

Pontos de Interesse

Onde ficar

Contactos Úteis

Encontre toda a emoção
do Centro de Portugal

Descubra tudo o que pode fazer, os locais incríveis que pode visitar e transforme a sua viagem numa experiência inesquecível.

Rotas Temáticas

Rota dos Castelos e Aldeias Históricas na Serra da Estrela

explorar
Património

Mosteiros e Conventos, riquezas consagradas ao Centro de Portugal

explorar