Mundialmente reconhecido como lugar de culto, Fátima tem na sua origem uma lendária e bonita história de amor entre Fátima, uma princesa moura e um dos mais valentes guerreiros da Reconquista Cristã, Gonçalo Hermingues.

Muito além da lenda, Fátima foi consagrada com várias Aparições de Nossa Senhora aos Três Pastorinhos, com a primeira a acontecer a 13 de Maio de 1917, na Cova da Iria, onde hoje se encontra o Santuário.

Este é um lugar muito especial, com História e vivência da Fé, promessas e intenções, segredos ocultos e desvendados. Um destino de peregrinação onde pessoas de todos os cantos do mundo se sentem impelidas a ir ao centro de si mesmas.

 

Mais de 100 anos de devoção a Nossa Senhora

Comemorou-se em 2017 o Centenário das Aparições de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, “uma Senhora mais brilhante do que o Sol” que pediu aos pastorinhos que se construísse ali um lugar para “rezar, penitenciar e consagrar”. Estes acontecimentos levaram a Igreja Católica a erigir o que é hoje um dos mais importantes santuários marianos do mundo – o Santuário de Fátima.

Aqui presta-se culto a Maria, mãe de Jesus, através da recitação do Terço.
Muitos deles a pé, os peregrinos levam no coração um pedido especial que tenham feito a Nossa Senhora, cumprem uma penitência ou, simplesmente, aprofundam a sua fé e paz de espírito, num ambiente de serenidade onde todos são bem-vindos.

Um dos devotos de Nossa Senhora de Fátima que levou este lugar além-fronteiras foi o Papa João Paulo II. Visitou a cidade no ano de 1982 para agradecer, em pleno Santuário, o facto de ter sobrevivido ao atentado contra si preparado um ano antes. Voltou em 1991. Regressou em 2000, quando nos leu parte do terceiro Segredo de Fátima.

 

De humilde capela a Basílica

O aumento crescente do número de peregrinos que visita este lugar tem levado a obras no Santuário e, o que começou por ser uma humilde capela onde a imagem da Senhora do Rosário marca agora o sítio da pequena azinheira sobre a qual aconteceram as Aparições, é hoje um moderno espaço de oração. Foi na Capelinha das Aparições que, em 1921, se rezou a primeira missa. Posteriormente foi construído um alpendre, inaugurado aquando da primeira visita do Papa João Paulo II.

O Recinto de Oração é uma ampla esplanada, circunscrita nos topos nascente e poente, pela Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e pela Basílica da Santíssima Trindade, respetivamente.

Em 2017, Fátima recebeu o Papa Francisco e a Festa foi grandiosa. Celebrou-se o Centenário das Aparições da Virgem Maria e os videntes Jacinta e Francisco Marto foram canonizados. O Terço e a Procissão das Velas de 12 de Maio, a Missa e a Procissão do Adeus do dia 13 ficaram para sempre na nossa memória.

Quando quiser visitar Fátima, não precisa de marcar lugar. Ele já existe e basta aparecer.

Fátima – A Luz do Mundo

Fátima assume-se como um foco de luz para o espírito e para a mente, onde pode encontrar o melhor dos saberes e tradições do Centro de Portugal. Siga-nos e saiba mais sobre este lugar de tranquilidade.

A 13 de outubro de 1917, no lugar da Cova da Iria, perante cerca 50 mil pessoas, a “senhora mais brilhante que o sol” ter-se-á apresentado a Lúcia dos Santos e aos seus primos Francisco e Jacinta Marto como a Senhora do Rosário, pedindo-lhes que ali erguessem uma capela em sua honra. 

Comece o dia pelo recinto do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, local onde, em 1917, Nossa Senhora do Rosário de Fátima, apareceu a três Pastorinhos: Lúcia de Jesus, prima de Francisco Marto e Jacinta Marto, irmãos.

Os três pastorinhos, como são conhecidos, passariam grande parte do seu tempo na Cova da Iria onde a Virgem apareceu, de maio a outubro, a todos os dias 13 (exceto em agosto). É neste local, que foi erigida uma capela em honra de Nossa Senhora do Rosário – Capelinha das Aparições, e onde se celebra diariamente o Terço e onde se deslocam milhares de peregrinos em busca de paz, tranquilidade, conforto e retiro espiritual.

Também no Recinto do Santuário poderá encontrar a Basílica de Nossa Senhora do Rosário (1953) e a Basílica da Santíssima Trindade (2007), um monumento vindo originariamente do Muro de Berlim e ainda diversas capelas privadas para celebrações e cerimónias.

Hoje é difícil imaginar como seria o local antes das aparições, com a monumental praça de oração entre a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, terminada em 1953, e a mais contemporânea Basílica da Santíssima Trindade.

Aproveite o tempo em Fátima e siga para Aljustrel para visitar as casas dos videntes. A casa de Francisco e Jacinta Marto, uma casa de 1885, renovada no ano 2000 (ano da beatificação dos pastorinhos) onde poderá encontrar alguns artigos originais da família e ainda muitas fotografias dos irmãos e família.

Um pouco mais à frente a casa de Lúcia de Jesus, mais conhecida por irmã Lúcia, que deixou Aljustrel aos 14 anos para se tornar freira. Na sua casa ainda se encontram alguns artigos originais da família e também muitas imagens e fotografias da história de vida da família de Lúcia. Ainda em Aljustrel, por traz da casa de Lúcia, encontra-se o Poço do Arneiro, com um monumento alusivo à segunda aparição do Anjo de Portugal que ali apareceu aos três pastorinhos, no verão de 1916.

Um pouco mais à frente, nos Valinhos encontra um outro monumento, na Loca do anjo, dedicado à primeira e terceira aparições do anjo, na Primavera e Outono de 1916. Parte integrante da Via-Sacra, local de reflexão e peregrinação, é também o monumento construído para relembrar a 4.ª aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três Pastorinhos, a 19 de Agosto de 1917.

Local de tranquilidade, Fátima assume-se como um foco de luz para o espírito e para a mente, onde pode encontrar o melhor dos saberes e tradições do Centro de Portugal. Boa visita!

O que comer?

Delicie-se com os saborosos queijinhos de cabra da Ramila. Frescos ou secos, são uma maravilha! Também não irá resistir aos bolos de ferradura e merendeiras populares. 

O que visitar?

Crente ou não, conte com alguns museus nas imediações que lhe possibilitarão uma experiência imersiva sobre os acontecimentos e as transformações que se seguiram: o Museu Interativo “O Milagre de Fátima”, o Museu de Cera e a Casa das Candeias, o Museu do Santuário – Fátima Luz e Paz, a Casa Museu de Aljustrel onde a vida familiar na época das Aparições está retratada, o Museu da Consolata – Arte Sacra e Etnologia e o Museu do Azeite.