Mergulho no Centro de Portugal

A riqueza animal e vegetal das águas do oceano atlântico que banham a extensão da costa oeste do Centro de Portugal, tornam esta região propícia para a prática de mergulho.

Para os amantes da modalidade, iniciantes ou experientes, encontram principalmente em Peniche na ilha das Berlengas, na Nazaré, bem como em Aveiro, locais fantásticos para mergulhar.

Mergulhar nas fantásticas Berlengas

A melhor zona de mergulho de Portugal está no Centro de Portugal. Formada por 3 pequenos grupos de ilhéus, e ao largo de Peniche, as Berlengas são o local por excelência para fazer mergulho nas águas nacionais. Reserva Natural desde 1981 e reconhecida pela UNESCO desde 2011, é desde o ano de 1465 uma área protegida pelos interesses nacionais em preservar a riqueza biológica e um património de valor inestimável. Numa carta d´el Rei D. Afonso V podemos ler “nas Berlengas do mar pessoa alguma vá caçar”.

Desde logo pelas águas de um azul límpido em que transparece a vida do mar, e que em dias solarengos fazem lembrar sítios paradisíacos, que se confirmam somente quando mergulhamos nas águas e observamos o ecossistema marinho único.

No pequeno arquipélago constituído pela Berlenga Grande, os Farilhões-Forcadas e as Estelas, é a primeira que se destaca.

A riqueza da vida submarina, os movimentos e cores da fauna em harmonia com a flora, prendem o olhar de qualquer mergulhador curioso que se aventure. Perca-se e maravilhe-se entre sargos, safias, carapaus, gorgónias, peixes-lua e peixes-galo, polvos e estrelas-do-mar, e vislumbre o passado ao encontrar os resquícios de barcos afundados.

Existem várias escolas e locais para aprender e fazer mergulho, pelo que desculpa não tem para uma experiência que lhe vai ficar na memória e que poderá partilhar com a família e amigos.

Descobrir a vida submarina da Nazaré

Na vila das ondas gigantes, é o Canhão da Nazaré que mais se destaca. Local hoje sobejamente conhecido no mundo do surf, a Nazaré proporciona também uma experiência de mergulho sem igual pelos recifes artificiais e os encantadores fundos marinhos com diferentes espécies, que apaixonam facilmente qualquer novo visitante.

Um dos atrativos de mergulhar na Nazaré é poder observar a zona da cabeceira do Canhão da Nazaré, onde nos deparamos com profundidades abissais, que abruptamente passam de 20 para 100m. Na zona da prainha, encontra-se a chamada “parede” do promontório que fascina pela beleza natural e diversidade biológica, e que dão à Nazaré o estatuto de um dos sítios mais espetaculares para mergulhar no nosso país.

Experimentar mergulho em Aveiro

Em Ílhavo, seja na piscina, praias marítimas, na Ria de Aveiro ou em mar alto, está no local adequado para iniciar ou praticar mergulho. O Município de Ílhavo incentiva a atividade, e convida os mais curiosos a mergulharem nas águas da região para que possam descobrir a riqueza subaquática inerente.

Num mergulho não se surpreenda se descobrir achados arqueológicos submarinos, e delicie-se com as várias espécies que habitam no universo marítimo de Ílhavo.