A Páscoa é celebrada em todo o país, mas em algumas regiões do Centro de Portugal, as celebrações desta grande festa religiosa cristã que festeja a ressurreição de Jesus Cristo, são ainda mais especiais!

No Centro de Portugal, a Páscoa, uma das principais festas do cristianismo, é comemorada de forma intensa. É altura de viver com grande fervor, seculares tradições quaresmais. Em muitos casos, é uma das épocas mais aguardadas do ano. É tempo de união da família e dos amigos, e de desfrutar de momentos especiais que nos renovam.   

Ocorrendo na semana anterior à Páscoa, a Semana Santa inicia-se este ano no domingo, dia 24 de março e é, como sempre, marcada por procissões e celebrações religiosas, como a Procissão do Senhor dos Passos e por encenações da paixão e morte de Jesus Cristo.

Antigamente, nesta mesma semana, vivia-se uma particular azáfama à volta dos fornos dos lares da região. Após um período de grande jejum de 40 dias, conhecido como a Quaresma, era cozido o folar, pão doce tradicional.
Geralmente com ovos cozidos no topo, o folar era oferecido como presente pelos padrinhos aos seus afilhados no Domingo de Páscoa, até ao ano em que estes se casassem. Este típico folar tinha mais ou menos ovos, consoante as posses do padrinho ou a idade do afilhado. O último folar poderia ter 12 ou mais ovos cozidos, havendo a tradição de dizer que tinha o tamanho “da roda de um carro”.

Ainda hoje, em muitos lugares, se mantém esta tradição. E também, nalgumas localidades, se perpetuam outros costumes. Decoram-se ruas inteiras e praças com tapetes de flores e verduras que refletem o empenho das comunidades. No interior das igrejas e capelas onde decorrem missas solenes e concertos alusivos à época, se criam verdadeiras obras de arte.

E é no Domingo de Páscoa, que se comemora em 2024, a 31 de março, imediatamente a seguir ao Domingo de Ramos, que as famílias se reúnem para momentos de genuína partilha e alegre convívio.
É comum a preparação e consumo de pratos típicos desta época, como o cabrito assado, anho ou cordeiro, e o folar de carne, o folar doce, o pão de ló (ou pão leve), a aletria, o arroz doce, os ovos de chocolate, as amêndoas, entre outras tantas iguarias.

A Páscoa é uma festa de renascimento que simboliza a ressurreição de Jesus Cristo e a vitória da vida sobre a morte, por isso, é entendida por muitos, como uma oportunidade para renovar os votos de amor e amizade, e para celebrar a vida e a esperança!

Celebre a vida no Centro de Portugal!

. CELEBRAÇÕES E TRADIÇÕES DA PÁSCOA NO CENTRO DE PORTUGAL

Viva manifestações pascais que variam de terra em terra. Aprecie recriações artísticas de Fé que encenam a Ceia do Senhor, o rito do Lava-pés, a Paixão e Morte de Jesus Cristo, a Procissão do Senhor Ressuscitado, entre tantas outras…

SAIBA MAIS…

. RECEITAS E COSTUMES DA PÁSCOA NO CENTRO DE PORTUGAL

A Páscoa é uma época muito especial no Centro de Portugal e são tantos os pratos tradicionais e iguarias para celebrar esta data tão importante!
Um dos pratos mais famosos é o cabrito temperado com alho, sal e pimenta, e assado lentamente no forno até ficar macio e suculento.

Outra iguaria tradicional da Páscoa na região é o folar, um pão doce com ovos cozidos no meio. Mas há mais! Muito mais…

SAIBA MAIS…

Folar da Pascoa

. FÉRIAS E ATIVIDADES DA PÁSCOA NO CENTRO DE PORTUGAL

Venha conhecer uma ampla variedade de atividades e atrações para todas as idades e interesses, programadas no Centro de Portugal em tempo de Páscoa!
Desfrute de umas férias inesquecíveis num ambiente como não há igual.

SAIBA MAIS…

Páscoa no Sardoal - Semana Santa no Médio Tejo

Aproveite as nossas sugestões e planeie visitas inesquecíveis ao Centro de Portugal!

São muitas as unidades hoteleiras que disponibilizam interessantes programas para viver a Páscoa em pleno. Marque já o seu alojamento e reserve mesa em restaurantes que se esmeram na preparação de ementas adequadas à época.

E as atividades e eventos? Tal como a Páscoa que os traz, também eles se renovam, multiplicam e animam o Centro de Portugal.

Boa Páscoa no Centro de Portugal!