Turismo Industrial

No Centro de Portugal, designers e criativos abrem as suas portas para o transportar para o mundo das mais antigas tradições artesanais do País.

Aqui, fábricas abandonadas tornam-se museus vivos onde poderá conhecer a matéria-prima, o produto, o processo e os modos de produção, as suas aplicações, bem como com os antecedentes históricos que estas atividades económicas guardam na memória das comunidades onde estão inseridas.

Museus Vivos

Desde as fábricas reais da Serra da Estrela até ao Museu do Vidro na Marinha Grande, são vários os empreendedores nacionais que o convidam a explorar as suas instalações e assistir ao seu processo de criação.

No Oeste de Portugal, onde a refinada arte da cerâmica reina, o difícil será escolher por onde começar!

Conheça todo o processo da criação de uma peça de cerâmica na empresa viva da António Rosa (Alcobaça), crie a sua própria peça na fábrica da Molde (Caldas da Rainha), ou visite uma das mais requintadas coleções de cerâmica no Museu de Cerâmica da Arfai (Alcobaça).

Na região de Leiria, Fátima e Tomar conheça um legado histórico incalculável através de visitas a unidades fabris do setor do vidro automático e de laboratório, moldes e plásticos. Além das empresas, pode ainda visitar o Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos (Marinha Grande), o Museu da Fábrica de Cimento (Maceira) e o Museu do Vidro (Marinha Grande).

Um pouco mais a Norte, na cidade montanhosa da Covilhã, fábricas abandonadas ganham uma nova vida acolhendo artesãos regionais e os seus produtos em instalações renovadas e modernas. A antiga Fábrica António Estrela/Júlio Afonso transforma-se em laboratório criativo que acolhe as mais inovadoras iniciativas de criadores locais no New Hand Lab. E as fábricas reais da Serra da Estrela dão lugar ao Museu dos Lanifícios da Universidade da Beira Interior, onde poderá conhecer a história antiga desta tradição regional. Um dos pontos de passagem obrigatória da Rota da Lã.

Uma viagem pelas indústrias tradicionais do Centro de Portugal é uma viagem pela História onde cada fábrica guarda um segredo de uma arte, de uma região, de um povo.