Na Vila de Avô situa-se a Quinta da Tapada, que se explana numa das encostas alcantiladas do Rio Alva e foi outrora uma das casas senhoriais mais importantes em Avô e na região, nomeadamente após os anos vinte do século XX.

Sendo fundada por Diamantino da Fonseca, português e comerciante na cidade de Santos, no Brasil, no início do século XX, passou a ser uma referência local e regional, no plano da produção agrícola e sobretudo na produção vinícola. 

Por volta dos anos cinquenta do século passado, a Quinta da Tapada empregava dezenas de trabalhadores rurais durante o ano inteiro e mantinha a casa senhorial onde grande número de empregados cuidavam do amanho da casa, do forno do pão, da eira, da adega e de um aprazível jardim fronteiro à casa.

Com o decréscimo do rendimento agrícola e com a emigração, a partir dos anos setenta, a Quinta da Tapada foi decaindo até ser agora recuperada para turismo, por um descendente do seu fundador.

Registo Nacional de Turismo ET nº 1627

Nota: Texto e Imagem retirados do site https://quintadatapada.com.pt/