Oeste / Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça recebe três grandes espetáculos de música e dança num notável encontro entre o património material e imaterial, promovido em parceria com o  Festival de Música de Alcobaça – Cistermúsica 2018.

Esta comunhão artística com o património conta com dois magníficos concertos orquestrais, um protagonizado pela EGO/Orquestra Estágio Gulbenkian sob direção da maestrina Joana Carneiro, e outro pela Orquestra Filarmónica Portuguesa que, além de apresentar dois solistas – sendo de destacar a este nível o conceituado violinista Yang Liu –, interpretará “A Sagração da Primavera” numa produção grandiosa que une a obra-prima de Stravinsky à dança contemporânea pelo Quorum Ballet.

O bailado contemporâneo regressa no terceiro e último espetáculo, com “Murmúrios de Pedro e Inês”, do coreógrafo Fernando Duarte. Evocando os amores de Pedro e Inês, esta história intimamente ligada ao Mosteiro de Alcobaça, será dançada e sentida, através de uma combinação artística original, cativante e contemporânea.

Programa

12 julho | 21h30


A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA
Concerto Sinfónico e Dança Contemporânea

1.ª parte – Orquestra Filarmónica Portuguesa
Dança Sagrada e Dança Profana – Concerto para Harpa e Cordas,Claude Debussy
Harpa: Frederica Campos
Concerto para violino n.º1 em Sol Menor, Op. 26, Max Bruch
Violino: Yang Liu

2.ª parte – Orquestra Filarmónica Portuguesa e Quorum Ballet
Bailado A Sagração da Primavera | Made in China
Direção Artística, Conceito e Coreografia: Daniel Cardoso
Música de Igor Stravinsky
Maestro: Osvaldo Ferreira

A OFP regressa ao festival para apresentar um concerto sinfónico que traz Debussy numa peça para harpa e orquestra de cordas – a Dança Sagrada e Dança Profana; a primeira, sacra, lenta e espiritual, a segunda mais rápida, fantasiosa e imaginativa, ambas protagonizadas pela jovem harpista Frederica Campos. Por sua vez, o aclamado Yang Liu, o mais importante violinista chinês da sua geração que tem atuado com as principais orquestras a nível mundial, interpreta o primeiro dos três concertos para violino de Max Bruch, obra de grande virtuosismo e riqueza melódica que mantém inabalável prestígio entre os solistas e o público.

O segundo “andamento” deste espetáculo conta com o bailado “A Sagração da Primavera | Made in China”, uma peça do consagrado Quorum Ballet que une a obra prima de Stravinsky, interpretada ao vivo pela OFP, a uma coreografia inspirada no Exército de Terracotta de Qin Shi Huang, que nos transporta para uma viagem entre a cultura ocidental e a chinesa.

26 julho | 21h30

 

ORQUESTRA ESTÁGIO GULBENKIAN
Concerto Sinfónico

1.ª parte:
Manuel Durão, Iggdrassil
Mozart, Concerto para clarinete em lá maior, K622

2ª parte:
Ravel, Suite nº 1 & 2 Daphnis et Chloé

Direção Artística: Joana Carneiro
Clarinete: Horácio Ferreira

Lançado em 2013, o Estágio Gulbenkian para Orquestra, sob a direção artística da maestrina Joana Carneiro, é um projeto que promove a experiência orquestral de elevado nível técnico-artístico entre jovens instrumentistas portugueses ou residentes em Portugal e auxilia a transição entre a fase final da vida académica e a sua entrada no mundo profissional.

Cerca de 80 músicos de talento excecional com idades compreendidas entre os 17 e os 26 anos são escolhidos através de rigorosas provas de seleção realizadas anualmente em vários locais do país. No seu curto mas intenso percurso, os elementos da Orquestra Estágio Gulbenkian, tiveram oportunidade de, ao lado da Orquestra Gulbenkian, participar nos concertos de reabertura do Grande Auditório Gulbenkian, realizando igualmente concertos no Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim, no Festival das Artes de Coimbra, no Festival Música de Marvão, no Festival de Música de Paços de Brandão, no Festival Cistermúsica (Alcobaça) no Lisbon Music Fest, no Festival Jovens Músicos, na Casa da Música e no Teatro Aveirense.

O presente concerto, com obras chave do repertório sinfónico, é o resultado de mais uma edição deste projeto.

29 julho | 21h30

 


MURMÚRIOS DE PEDRO E INÊS
Bailado em I Ato

Direção Artística e Interpretação: Solange Melo e Fernando Duarte
Coreografia: Fernando Duarte
Música: Bernardo Sassetti e Fernando Lopes-Graça

O novo bailado de Fernando Duarte, coreógrafo e ex-bailarino da Companhia Nacional de Bailado, teve estreia absoluta em abril passado, no Dia Mundial da Dança e, antes de embarcar uma incursão internacional que passa por Nova Iorque, EUA, em outubro próximo, o espetáculo será apresentado no Mosteiro de Alcobaça, último palco dos amores de Pedro e Inês. Não pretendendo ser uma transposição literal desta história que nos é tão familiar, o mito e a paixão de Pedro e Inês são a pedra basilar de um bailado intimista que usa os dois corpos como linguagem que materializa a lenda e recorre a duas sonoridades que embalam esta dança – a música de compositores portugueses e o som poético, harmonioso e melódico da língua portuguesa.

A história de Pedro e Inês é aqui dançada e sentida através de uma combinação original, cativante e representativa da identidade artística contemporânea

Outros eventos que podem interessar

365 dias de festa
12 a 14 de Outubro

Oeste

Arruda dos Vinhos

VER EVENTO
07, 13 e 21 de Outubro

Mês da Musica

Oeste

Lourinhã

VER EVENTO
08 a 14 de Outubro

Festival Books & Movies 2018

Oeste

Alcobaça

VER EVENTO
07 de Setembro a 07 de Outubro de 2018

22º Festival da Sapateira – Praia de Santa Cruz

Oeste

Torres Vedras

VER EVENTO
Dia 11 de Novembro de 2018

44.ª Meia Maratona Internacional da Nazaré

Oeste

Nazaré

VER EVENTO
Período de espera: 01 de Outubro 2018 a 15 de Março de 2019

WSL – Big Wave Tour – Nazaré Challenge 2018

Oeste

Nazaré

VER EVENTO

Oeste

Alcobaça

VER EVENTO

Oeste

Cadaval

VER EVENTO

SONS NA AREIA

Oeste

Lourinhã

VER EVENTO