Este festejo assenta numa “corrida” pelas Aldeias do Xisto de Góis de um grupo de foliões trajados a rigor com as típicas máscaras de cortiça acompanhados de muita folia e animação.
Nestas aldeias o Entrudo vivia-se de forma simples. Procuravam-se roupa e objetos velhos, algo que ocultasse o rosto e de seguida brincava-se…
No Entrudo eram realizadas “corridas” às aldeias vizinhas, onde tudo era permitido, nomeadamente, declamar quadras jocosas sobre esses habitantes, registadas durante o ano.