Conjunto de ações coletivas e participativas, numa combinação entre as comunidades e as forças vivas do território, o Projeto Entre Serras, Rede de Arte Contemporânea, entre Agricultura e Biodiversidade destaca a importância de viver em sintonia com a terra e olhar o céu para ativar imaginários.

Uma viagem que começa no Museu do Sabugal, no dia 16 de julho, com a exposição e a apresentação do livroPES 2017 – Interações entre o ser humano e os meios em territórios de montanha’, e regressa ao Museu do Sabugal, para a Mesa Redonda, a 21 de julho.