A 4ª Edição do Festival Internacional de Cinema de Sever do Vouga, vai decorrer entre
28 e 30 de maio, após um interregno em 2020, devido à pandemia.
Na noite de sexta-feira 28 de maio, pelas 20h no Centro de Artes e Espetáculos de Sever
do Vouga, na já habitual gala, serão entregues os prémios da edição anterior (2019), com
a presença de alguns dos vencedores.

Em competição, vão estar 35 filmes de 14 países, entre longas e curtas metragens.
As sessões de cinema que reúnem a ficção e os documentários de longa-metragem,
decorrem no CAE – Centro de Artes e Espetáculos de Sever do Vouga, sempre às 11h,
15h, 16h e 20h 30m.

No Museu Municipal decorrerá a competição de documentários de curta duração,
durante todo o dia de sexta-feira e a tarde de sábado.


No sábado dia 29, Na Biblioteca Municipal, o Dia da Criança será comemorado com uma
seleção de filmes de animação do mundo que serão exibidos durante todo o dia.
Neste espaço estará patente uma exposição de desenhos do artista Nelson Pinho, já
desaparecido. Estas obras irão integrar o livro infanto juvenil, “Tico e a Fada da Ria”, de
José Vieira.
Pelas 16h, será apresentado este projeto editorial e audiovisual, que a partir de junho
deverá envolver os municípios da Ria de Aveiro.
Paralelamente será também apresentada a 1a edição do “Festival de Curtas – Prémio
Helena Ramos” que tendo já as inscrições abertas e a decorrer até ao dia 31 de julho, irá
estimular a produção de curtas metragens em Sever do Vouga. Com a gala de
apresentação dos vencedores prevista para setembro. O regulamento pode ser
consultado no website oficial do festival.
Neste mesmo dia, numa produção do Museu Municipal, pelas 20.30, no Centro de Artes
e Espetáculos de Sever do Vouga, vai ser exibido o filme “Sever do Vouga – Uma
Experiência”. Este filme retrata a situação inicial que existia no concelho e a evolução das
práticas agrícolas e pecuárias com a introdução dos melhoramentos pela “Experiência

Shell”. Além do seu valor documental e etnográfico (são retratadas várias práticas agro-
pecuárias e diversas pessoas do concelho), o documentário também possui um valor

histórico cinematográfico, pois foi um dos primeiros filmes do conceituado realizador
Paulo Rocha, datado de 1971. Enquadrado no cinema novo português, reúne na sua
equipa técnica uma plêiade de consagrados como Manoel de Oliveira na supervisão,

Fernando Lopes-Graça na Música, Augusto Cabrita e Acácio de Almeida na Fotografia,
António Cunha Teles na produção e por fim Alexandre O’neil na narração.
O dia 30 de maio, pelas 11 horas, será o encerramento da 4a edição do Festival, com a
divulgação dos filmes vencedores nas diversas categorias a concurso.


Ocupando o CAE – Centro de Artes e Espetáculos, Museu e Biblioteca Municipais de
Sever do Vouga, o festival procura intervenções cinematográficas notáveis em paisagens
humanas e geográficas de todo o mundo.

Com um programa extenso e multicultural, o Festival de Cinema PAISAGENS é uma
organização do Município de Sever do Vouga desde 2017 e vai já na sua 4a edição.