No centro da peça “Mulher”, da autoria do figueirense Miguel Babo, está o drama da violência doméstica vivido em Portugal. A violência doméstica sobre a mulher é o centro do conteúdo semiótico da peça e todas as mensagens periféricas que dinamiza, como a música, os cenários que vai buscar ao “Museu” ou a arte plástica que traz consigo, reforça a mensagem central da peça.

A peça junta, como já é habitual no autor, o teatro, a dança e a música tocada e cantada ao vivo, num espetáculo que vive de emoções. Os quadros cenográficos com peças museológicas e obras criadas pelo escultor Custódio Almeida são outros dos elementos marcantes deste espetáculo.

Uma peça para ser vivenciada e não descrita.

Esta peça realiza-se no âmbito do Dia Internacional dos Museus.

Intérpretes: Teresa Côrte-Real, Cláudia Semedo, Paula Sá, Roseli Paraguassu (bailarina), Carla Bernardino (soprano), Cláudio Vaz (pianista)

Encenação e Texto: Miguel Babo

Coreografia: Máximo Zequeira

Duração: 0h50

M 12 anos

A entrada é gratuita mediante levantamento de ingresso na bilheteira do CAE.