O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, dia 12 de junho, pelas 21h00, Simplex – Ópera Cómica Multimédia, com encenação do figueirense António Durães.

Repórter Geneviève chega a Vila Velha do Pinheiro a meio do discurso fúnebre do presidente da junta, Amadeu Sobral – uma homenagem a uma personalidade local. A repórter aborda o presidente sobre os métodos revolucionários da junta – simplex. O autarca explica as virtualidades implantadas por ele, tão avançadas em termos tecnológicos para tão recôndita vila portuguesa. Tudo se deve à vinda de BJ, um americano que se rendeu aos encantos da serra e é adviser do presidente em todo o género de start-ups rurais e quejandos. O presidente convida a jornalista a conhecer a terra e os planos da autarquia. Geneviève vai-se rendendo aos encantos de Vila Velha do Pinheiro e a outros, que o coração não é de pedra. Telefonemas inoportunos, televisões avariadas, Cupidos confluem para uma cerimónia final. Viva o amor, viva o avanço tecnológico, viva Vila Velha do Pinheiro! 

Produção: Quarteto Contratempus 2019 | Coprodução: Teatro Municipal do Porto | Apoio: DG Artes

Libreto: Carlos Tê e José Topa | Composição: Telmo Marques | Encenação: António Durães | Intérpretes: Teresa Nunes (soprano), Miguel Leitão (tenor), Crispim Luz (clarinetista), Sérgio de A (pianista), Susana Lima (violoncelista) | Direção Técnica e Desenho e Operação de Luz: Mariana Figueroa |  Desenho e Operação de Som: André Leite

M 6 anos

Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

O preço dos bilhetes é de 5,00€ e 7,50€ por pessoa, estando à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.