VIAGEM AO CENTRO DA CIDADE é um percurso minimalista, que conjuga o discurso expositivo linear mais convencional e a ideia de uma instalação, com atmosfera e cenografia, onde se reforça a natureza performativa, “site-specific”. O diálogo entre os conteúdos, que constituem a exposição – Instalação, Fotografia, Poesia e Música, como expressões íntimas da criação do Autor –, origina, em paralelo, uma outra obra, esta experienciada por cada visitante de modo diferente. A Instalação é, talvez, provocatória pelo temp(l)o da água à espera de que as coisas aconteçam. A Fotografia é resultante de uma escolha quase impossível entre milhares de imagens capturadas na caminhada pelo burburinho ou pelo silêncio deste e de outros centros. A Poesia é exposta como manifesto à terra-natal e à sua raiz. A Música é a expressão da união das águas entre cidades-irmãs. Esta impressão poética, fotográfica e musical é a expressão concisa DO ETERNO RETORNO.

Horário:
Segunda a Sexta | 10H às 13H – 13H30 às 16H
Sábado |10H às 13H – 14H às 16H
Domingo – Encerrado