Vale a pena conhecer os Passadiços do Centro de Portugal. Todos merecem a sua visita. Entre passadiços e miradouros, as paisagens de cortar a respiração. Entre a beleza da serra e a maresia do oceano, deixe-se levar e caminhe pelo Centro de Portugal. Venha daí!

Sugerimos o uso de roupa e calçado confortáveis, uma garrafa de água e um lanchinho na mochila.

Ria de Aveiro, um misto de experiências…

Passadiços de Aveiro
Como Chegar ?

A pé ou de bicicleta, pode conhecer a Ria de Aveiro de uma forma única. Os passadiços de Aveiro fazem parte de um projeto mais vasto: a Via Ecológica Ciclável. Numa paisagem lagunar, poderá aproveitar para fazer exercício físico e observar a fauna e a flora. O troço de Aveiro inicia-se no final do Canal de S. Roque (sob a ponte da A25) e percorre uma extensão de 7,25 km (dos quais 2,8 km em passadiços), sempre ao longo da ria, através de passadiços de madeira sobrelevados, ou de caminhos em saibro, permitindo o contacto privilegiado com esta zona da ria, que se encontrava inacessível à população.

Passadiços do Gresso – Sanfins, Sever do Vouga
Como Chegar ?

Nas proximidades de Sanfins, Sever do Vouga, encontramos os Passadiços do Rio Gresso, com cerca de 1500m de comprimento. Uma caminhada acompanhada pelo rio Gresso e entre a verdejante paisagem, pelass quedas de água e o bucólico cenário ao longo das margens do rio. Uma máquina fotográfica é imprescindível tendo em conta a biodoversidade que encontramos ao longo do percurso como a variedade incrível de diferentes cogumelos e plantas.

Passadiço da Barrinha de Esmoriz
Como chegar?

Situada entre os concelhos de Espinho e Ovar, a Barrinha de Esmoriz é uma rara lagoa costeira de média dimensão, única no seu género ao longo da costa norte de Portugal. Atualmente pode passear por ela através do recentemente inaugurado Passadiço e poder apreciar não apenas a sua vegetação mas também as inúmeras aves que constituem o grupo faunístico mais representativo da Barrinha.

Passadiços da Praia da Torreira
Como Chegar?

Com cerca de 300m já pode passear ao largo da praia da Torreira, uma zona piscatória em Murtosa. Este é um asseio onde a tranquilidade e a serenidade abundam. Venha conhecer este passadiço com uma vista incrível sobre o oceano atlântico.

Visão Dão Lafões, lugar de bem-estar…

Passadiços da Reserva Botânica do Cambarinho, Vouzela
Como Chegar ?

É nas encostas da Serra do Caramulo que encontramos os Passadiços da Reserva Botânica do Cambarinho, que alberga um percurso pedestre de 1500m, num passeio repleto de loendros (espécie rara de flor), borboletas, abelhas, pássaros e águas a correr, num passeio de encantar. Não perca esta visita!

Região de Coimbra, entre os encantos da natureza…

Passadiços da Senhora da Piedade – Lousã
Como Chegar ?

Em plena Serra da Lousã, numa extensão de 1200 metros, localiza-se entre o lugar do Cabo do Soito e o complexo turístico da Senhora da Piedade, facultando um acesso mais fácil às piscinas naturais da praia fluvial do Burgo. Aproveite o fim da caminhada para um mergulho.

Leiria, um caminho a descobrir…

Passadiço da Ribeira de Quelhas – Coentral Grande – Castanheira de Pera
Como Chegar ?

A Ribeira de Quelhas, com as suas cascatas e lagoas, é um lugar imperativo de se conhecer. O Passadiço torna a sua visita mais acessível pelo que já não terá desculpas para não conhecer este local idílico. Os Passadiços da Ribeira das Quelhas têm início junto à aldeia do Coentral Grande, e seguem pela margem direita da Ribeira das Quelhas por aproximadamente 1200m.

Passadiço das Fragas de São Simão – Figueiró dos Vinhos
Como chegar ?

No concelho de Figueiró dos Vinhos, bem no Centro de Portugal, encontramos o Passadiço das Fragas de São Simão, em plena Aldeia do Xisto. O Passadiço das Fragas de São Simão tem sensivelmente 2 km e liga agora a Aldeia do Xisto de Casal de São Simão, a Praia Fluvial das Fragas de São Simão e o Miradouro. É um local a não perder e com todas as condições disponíveis para um dia bem passado.

Médio Tejo, as terras mais belas…

Passadiço do Agroal – Agroal, Ourém
Como chegar ?

Das águas frias do Rio Nabão nasceu a praia fluvial do Agroal, numa piscina fluvial construída para relaxar nas águas frias da nascente do Agroal, no concelho de Ourém. A piscina natural para onde corre o rio Nabão é vigiada e o lugar seguro, limpo e pronto a acolher os seus visitantes. E para lá chegar terá de percorrer o novo Passadiço do Agroal, com aproximadamente 800m, inserido no Parque Natureza.

Passadiço do Penedo Furado – Vila de Rei
Como chegar?

Considerada uma das 7 maravilhas de Portugal, a Praia Fluvial do Penedo Furado, Ribeira de Codes, e as inúmeras quedas de águas existentes na área envolvente, proporcionam o enquadramento perfeito para quem admira a natureza e pretende aliar o conforto à tranquilidade. É também aqui que encontramos o Passadiço do Penedo Furado, um percurso curto, com segredos incríveis à espera que os descubra!

Oeste, à beira mar…

Passadiços da Foz do Arelho – Foz do Arelho
Como Chegar?

Localizado numa zona sensível de arribas e sistemas dunares, os Passadiços foram pensados para proteger a biodiversidade singular e riquíssima deste local. Embora tenham um percurso relativamente curto (800m), a sua localização nas falésias a norte da Lagoa de Óbidos e praia da Foz do Arelho, fazem dele um percurso pedestre a não perder.

Passadiço das Escarpas – Torres Vedras
Como chegar?

O Passadiço das Escarpas tem cerca de um quilómetro, e une as localidades de Porto Novo e Maceira, no concelho de Torres Vedras. O percurso revela uma beleza ímpar, rodeado de paisagens verdejantes que contrastam com o azul do mar. Ao longo odo Passadiço pode contar com vários observatórios para observar as Escarpas da Maceira, o Rio Alcabrichel e a Praia de Porto Novo, numa viagem pela biologia e geologia deste território.

Beira Baixa, uma região com charme…

Passadiços do Orvalho – Oleiros
Como Chegar ?

Em pleno coração da Beira Baixa, encontramos o Geopark Naturtejo, uma das maiores redes de percursos pedestres. É aqui, no concelho de Oleiros, que partimos em buscar dos Passadiços do Orvalho e a Cascata Fraga de Água d’Alta. Os Passadiços do Orvalho estão inseridos na GeoRota do Orvalho e sugerem várias rotas à descoberta de um território com paisagens de uma beleza inigualável. Contam com cerca de 2 quilómetros, na sua versão mais curta, e envolvem a Cascata da Fraga de Água d’Alta e do Cabeço do Mosqueiro.