Recebeu, em 1938, o título de “Aldeia mais portuguesa de Portugal”. O imponente castelo medieval de Monsanto foi parcialmente destruido pela explosão acidental do paiol de munições, numa noite de Natal, já no século XIX, restando actualmente apenas duas torres, a do Peão e a de Menagem, para além das belíssimas ruínas da Capela românica de S.Miguel (séc. XII).
É também conhecida pelos seus adufes e pelas marafonas.
O adufe é um instrumento musical de percussão, de origem árabe, feito de pele de ovelha.
As marafonas são bonecas de trapos, com traje regional, sem olhos, nem boca, nariz ou ouvidos.
Durante a Festa de Nossa Senhora do Castelo, ou das Cruzes, (3 de Maio, ou no Domingo seguinte), cabe às raparigas solteiras transportarem no cortejo as suas marafonas.

Saiba mais sobre a Aldeia de Monsanto.