Construída no final XVI e início do séc. XVII, destaca-se pelo desenho caprichoso da fachada, reedificada na segunda metade do séc. XVIII. No interior, a capela mor e a nave estão separadas por um arco triunfal.