Conquistado aos mouros em 1135 por D. Afonso Henriques, o Castelo de Leiria permanece até hoje como vigia da Cidade. Os vestígios mostram ainda as diversas fases de ocupação desde a função militar à de paço residencial. A sua parcial reconstrução deve-se ao arquiteto Ernesto Korrodi, que garantiu ao Castelo um aspeto apalaçado.

Guarda no interior das imponentes muralhas vestígios das diversas fases de ocupação, desde a fortaleza militar ao palácio real.

Foram vários os reis e rainhas que se deixaram deslumbrar pela paisagem fantástica que é possível observar do topo do morro, onde se destacam a Torre de menagem, os Paços Reais, a Igreja de Nossa Senhora da Pena (recentemente intervencionada e protegida com uma nova cobertura) e as Cisternas medievais (também abertas a visitas).

D. Dinis terá sido o monarca que mais tempo passou em Leiria, juntamente com a sua esposa, a Rainha Santa Isabel, a quem é atribuída a lenda do Milagre das Rosas, sendo esta apenas uma das várias histórias que nasceram em Leiria graças a estes reis.

Em 2021ficaram concluídas as obras de requalificação do Castelo de Leiria, que permitiram não só valorizar ainda mais a sua riqueza patrimonial e aumentar o seu potencial turístico.

Neste momento, o Castelo está aberto a todos os cidadãos, cujo acesso poderá ser efetuado através de dois acessos mecânicos (no lado norte e no lado sul), que são de utilização gratuita.

HORÁRIO (CASTELO/ACESSOS MECÂNICOS)
// Abril a setembro
Todos os dias: 09h30 – 18h30 (última entrada no Castelo: 17h30)
// Outubro a março
Todos os dias: 09h30 – 17h30 (última entrada no Castelo: 16h30)