Foi construído em meados do séc. XVIII, para ser uma espécie de hospício para os religiosos da Ordem Terceira de São Francisco poderem recuperar a saúde frequentando as Termas de São Pedro do Sul. No interior destacam-se os retábulos de talha dourada.