O Forte Grande do Alqueidão, para além de um miradouro de excelência do Tejo ao Atlântico é, também, um ponto crucial na história local e nacional. Apoiado por outros Fortes existentes na serra de Montagraço (o Forte do Machado, do Trinta e do Simplício) transformou-se numa “montanha” intransponível, perante a qual, e após os combates de 11 e 13 de Outubro de 1810, o exercito francês foi obrigado a recuar, iniciando aí a retirada definitiva do nosso país.