A Igreja de S. Pedro, construída no final do séc. XVI, constitui o mais imponente templo do concelho.

O primeiro orago da freguesia foi o Espírito Santo, cuja igreja existia ainda em 1589. O primitivo templo deu lugar à nova igreja, cujo início da construção terá sido entre 1589 e 1593, terminando em 1615. Foi posteriormente ampliada em 1670, ficando então com três naves, dando-se as obras por concluídas em 1698.

Esta igreja apresenta a frontaria incompleta, por se ter construído apenas uma das torres. O seu interior apresenta-se dividido em três grandes naves. Na nave central destaca-se a capela-mor, de estilo barroco, consagrada a S. Pedro.

Nota:
Encerrada devido a obras de conservação e restauro