A casa de habitação do fundador do Museu Grão Vasco, Francisco de Almeida Moreira (1873-1939), construída no séc. XIX e legada em testamento à cidade de Viseu, situa-se centralmente no espaço urbano entre a Porta do Soar, uma das sete portas da muralha medieval e a Praça da República.

A casa, com a sua biblioteca, cerâmica, escultura, mobiliário, têxteis, ourivesaria e a coleção de pintura que resulta, em grande medida, da oferta de artistas, mostrando um acervo que reflecte o gosto eclético e o percurso profissional e afectivo deste notável colecionador. A coleção de pintura integra, entre outras, obras de referência do romantismo e do naturalismo de autores como Silva Porto, Marques de Oliveira, José Malhoa, Columbano, António Ramalho, António Carneiro e Veloso Salgado.

Horário

Terça feira 14h00 | 18h00
Quarta feira a domingo 10h00 | 13h00 – 14h00 | 17h00

Encerra: segunda-feira, terça-feira de manhã e nos feriados: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio e Natal. Encerra:
Segundas e feriados