Instalado no antigo Paço Episcopal totalmente renovado pela mão do arquitecto Eduardo Souto Moura, a designação deste museu presta homenagem ao mestre da pintura portuguesa quinhentista Vasco Fernandes, o Grão Vasco (c.1475-1542), que manteve nesta cidade durante cerca de 40 anos uma das mais prósperas e bem sucedidas oficinas de pintura existentes na época em Portugal. Expõe em permanência um notável conjunto de pinturas de retábulo de Vasco Fernandes e seus colaboradores assim como pintura portuguesa dos séculos XIX e XX, faiança portuguesa, porcelana oriental e mobiliário e objectos e suportes figurativos originalmente destinados a práticas litúrgicas (pintura, escultura, ourivesaria e marfins), do românico ao barroco.

Horário

Terça: 14h00 – 18h00
Quarta a domingo: 10h00 | 18h00
Encerra: Segunda, terça de manhã e feriados: 1 janeiro, domingo Páscoa, 1 maio, 21 setembro, 24 e 25 dezembro. Entrada paga. Gratuita no 1º domingo de cada mês para visitas individuais e pequenos grupos (até 12 pessoas)