O pelourinho será do início do séc. XVI e ergue-se sobre um grande rochedo de granito num largo central da povoação, onde ainda está o forno do povo, onde antigamente ficava a casa da cadeia.