Situada na Cordilheira Central, entre a Serra da Lousã e a Serra da Estrela, abrangendo os concelhos de Arganil e Pampilhosa da Serra, a Serra do Açor é uma zona de montanha predominantemente xistosa, que se estende por uma área de 346 hectares e é atravessada por dois pequenos cursos de água: a Ribeira da Mata da Margaraça e a Barroca de Degraínhos.

Marcada fundamentalmente pelo encaixe dos Vales do Alva e do Ceira, afluentes do Mondego, a Serra do Açor tem nesses vales uma monumentalidade única onde os socalcos mostram o saber e o engenho da gente.
Em Arganil a Serra do Açor do alto dos seus 1349 metros deslumbra-nos os olhos. Serra acima, a paisagem deixa-se descobrir generosamente, e por entre as curvas, as casas de xisto do Piódão, que parecem estar em precário equilíbrio, desenham um quadro surpreendente. Os Penedos do Fajão, por cima da aldeia do Fajão marcam o carácter da Pampilhosa da Serra.
Mas há na Serra do Açor segredos delicados: o lírio-martagão, a gilbadeira, o carvalho-alvarinho ou o selo-de-Salomão que fazem parte de uma sinfonia em plena Mata da Margaraça.

Localização e Acessos
Estrada Municipal até Pardieiro (estrada que liga Monte Frio e Relva Velha)