É a construção mais antiga do concelho. Figura num testamento de D. Sancho II (século XIII) e tem tido vários proprietários incluindo, no século XVIII, os poderosos comerciantes Lafetat que, dois séculos antes, se haviam estabelecido no nosso país, construindo solar nesta aldeia, o qual deu origem à atual Quinta dos Loridos.