Com a sua forma pentagonal, constitui um raro exemplar da arquitetura militar da reconquista. Mandada edificar por Gualdim Pais, mestre da Ordem do templo, para defesa da linha do Tejo, terá sido construída sobre a base de uma antiga torre romana. No interior da torre encontram-se, intactas, algumas estelas funerárias templárias.
No século XVI, perdida a função guerreira, foi transformada em torre sineira.